Nada melhor para a saúde e a prevenção de doenças do que manter uma alimentação saudável. Uma reeducação alimentar pode ser muito benéfico para sua vida. Saiba mais sobre mudar seus hábitos.

Nada melhor para aumentar a sua energia e diminuir o cansaço do que manter uma alimentação balanceada e saudável. Além disso, comer bem reflete diretamente no humor, na saúde – física e mental – entre muitos outros benefícios.

E quem pensa que ter uma alimentação saudável é complicado demais, fique sabendo que não. A mudança de hábitos acontece gradativamente e oferece inúmeros benefícios, fazendo o esforço valer a pena.

Mais sobre como ter uma alimentação saudável

Reeducação alimentar

O primeiro passo para ter uma boa alimentação é mudar os hábitos e a melhor maneira é através de uma reeducação alimentar. No começo pode ser mais difícil, mas os resultados são positivos.

A substituição de alimentos não saudáveis como os industrializados e de consumo rápido por refeições que incluam alimentos como frutas é o maior desafio de quem começa uma reeducação. Mas esse passo é essencial e é importante lembrar que não significa nunca mais comer um fast food, mas saber comer moderadamente.

O que mudar na alimentação

O ideal é começar sabendo o que evitar. Refeições como as industrializadas e fast foods são as primeiras a sair do cardápio. Frituras e alimentos gordurosos também devem ser cortados, assim como os doces e carnes vermelhas devem ser consumidos com moderação.

Mas mudar seus hábitos alimentares não quer dizer passar fome. O ideal é comer a cada 3 horas pequenas porções. Esses alimentos precisam ser evitados e substituídos por outros como frutas, legumes, verduras, carnes brancas como frango e peixe grelhados, queijos brancos, grãos, alimentos integrais entre outros.

É importante lembrar que nada substitui a consulta com um nutricionista. O consumo de água e a prática de exercícios também são muito importantes na reeducação alimentar.

Cardápio saudável

O cardápio pode ser variado, no café da manhã e nos lanches feitos nos intervalos das refeições, podem ser consumidos alimentos como sucos naturais ou somente as frutas, torradas com queijo branco, frios como presunto ou até peru, pães integrais, iogurte natural e até mesmo leite. Ricota e água de coco também podem ser acrescentados. Lembre-se que é importante comer o dia todo em pequenas quantidades.

Durante as principais refeições, além de evitar os alimentos já mencionados, um cardápio bem nutritivo pode ser feito. Prefira frango ou peixe grelhado ou até mesmo assado, mas nada de frituras. As verduras e legumes podem ser consumidos a vontade, como alface, brócolis, rúcula, lentilha, cenoura, pepino entre outras opções. O ideal é que o arroz seja integral, acompanhado de algum tipo de grão, como o feijão ou a lentilha.

Lembre-se que é importante fazer uma pequena refeição a cada 3 horas para ter uma alimentação saudável. Essas são apenas algumas dicas, consulte um nutricionista para ter o seu cardápio completo e adaptado para o seu organismo.

Benefícios da reeducação alimentar

Seja por estética ou por saúde, emagrecer é o problema de muitas pessoas, porém pode ser resolvido com a reeducação alimentar.

Perder peso é um objetivo de muitas pessoas, seja por motivos estéticos ou problemas de saúde. Porém a grande dificuldade não é perder os quilinhos extras, já que para isso algumas dietas auxiliam de maneira rápida e muitas vezes nada saudável, a maior dificuldade é manter o peso depois da dieta.

Para solucionar esse problema, emagrecer de forma correta, com saúde e ainda comendo bem, a reeducação alimentar pode ser a solução desse grande problema que é a guerra com balança e do efeito sanfona. Confira algumas dicas de como conseguir o seu objetivo:

Reeducação alimentar: o que mudar

A base da reeducação alimentar é a mudança de alguns hábitos alimentares. A princípio a mudança pode ser radical, mas isso não quer dizer que tudo deverá ser riscado do cardápio definitivamente. O correto é comer sempre de tudo, porém de forma mais balanceada e em pequenas quantidades, muitos profissionais recomendam pequenas refeições de 3 em 3 horas.

Vale salientar que uma consulta com um nutricionista pode ser de essencial auxílio, pois cada organismo é diferente do outro, mas no geral, algumas dicas e mudanças podem ser tomadas como, por exemplo, o consumo de água por dia que é recomendado de 8 a 10 copos e evitar alimentos industrializados e fast-food, optando por alimentos naturais como frutas na hora do lanche.

Reeducação alimentar: durante as refeições

A principal dica é diminuir a quantidade de alimento ingerido durante as refeições e diminuir o intervalo entre elas, o indicado é comer a cada 3 horas. A substituição de alguns alimentos também é um grande ponto, como os refrigerantes ou sucos industrializados por sucos naturais e os alimentos industrializados, consumidos normalmente nos lanches, por frutas.

Evitar produtos gordurosos como fritura, queijo amarelo, manteiga, carnes gordas, carboidratos durante a noite, alimentos embutidos como presunto e mortadela, doces em excesso entre outros que podem acabar prejudicando a dieta.

Muitos alimentos estão liberados, como frutas, legumes e verduras, que podem ser consumidos sem medo, iogurtes desnatados, alimentos integrais como pães, arroz e grãos, requeijão light, ricota, queijo branco, carnes grelhadas, cozidas ou assadas.

Mais sobre Benefícios da reeducação alimentar

Lembre-se sempre de algumas dicas importantes: fazer exercícios como, corrida, caminhada ou até academia e nunca fique muito sem comer. Consultar um nutricionista também pode fazer toda a diferença na sua reeducação alimentar.

Reeducação alimentar como fazer

A reeducação alimentar não é tão fácil assim de ser aderida, mas quando feita corretamente traz resultados surpreendentes.

Aprender a se alimentar corretamente é a melhor opção para quem busca perder peso de forma saudável, pois corpo em forma, esbelto e bonito é o objetivo da maioria de nós. E nessa busca pelo corpo perfeito quase sempre caímos nas imprudentes dietas mirabolantes, que prometem milagres e quase sempre falham.

Quando o assunto é perda de peso, além da questão estética, a saúde deve ser o foco principal, afinal pessoas magras apresentam menos doenças em relação às pessoas com sobrepeso. Por isso, buscar um emagrecimento de forma natural, ainda continua sendo a alternativa mais segura. Basta algumas mudanças de hábitos para se obter uma vida mais saudável e através da reeducação alimentar, aprendemos a consumir os alimentos sem exageros, mas de forma equilibrada e benéfica ao organismo.

Na maioria dos casos o sobrepeso vem pela maneira inadequada de nos alimentarmos, pois horários desregulados e alimentação nada saudável, desestabilizam todo nosso organismo, o que resulta em prejuízo a saúde, ocasionando não somente o excesso de peso, mas também outros problemas como colesterol, hipertensão, entre outros. Portanto para perder peso e evitar estes de demais problemas é que a reeducação alimentar é importante. O método consiste em adotar uma rotina regular, respeitando os horários para as refeições e se alimentando de forma adequada, sem vícios ou exageros.

A reeducação alimentar não se restringe somente a frutas, verduras e legumes, você pode comer de tudo, porém de forma controlada e sempre em pequenas porções, pois dessa forma além de perder aqueles inconvenientes quilinhos extras, fugindo do efeito sanfona, você ainda melhora a qualidade de vida, refletindo na saúde. Para os que estão muito acima do peso, os profissionais recomendam um processo de reeducação alimentar acompanhado e formulado por um nutricionista, pois é preciso levar em consideração problemas de saúde, direcionando um tipo de alimentação mais adequada a cada caso.

Mais sobre Reeducação alimentar como fazer

Algumas dicas podem ser postas em prática no nosso dia a dia, ajudando o organismo a ir se reeducando gradualmente, como por exemplo, evitando comidas industrializadas e fast food, substituindo ou diminuindo o consumo de bebidas alcoólicas, consumindo de forma moderada e em pequenas quantidades alimentos como doce, frituras, manteiga, queijos amarelos e carnes gordas, optando sempre por sucos naturais a refrigerantes, consumindo de oito a dez copos de água por dia e praticando algum tipo de atividade física frequentemente. Para combater o excesso de peso e comer sem o medo de engordar é essencial fazer até cinco refeições por dia, em pequenas porções, com intervalos de três horas cada uma.

Caso sinta fome durante esse tempo opte por frutas, sucos, cereais ao invés de lanches e alimentos industrializados e calóricos. A melhor maneira de perder peso é através da mudança em nossos hábitos alimentares, por isso busque orientação profissional para uma alimentação equilibrada, saudável e mais adequada ao seu estilo de vida, o melhor de tudo é que na reeducação alimentar você é livre para escolher os seus próprios alimentos ao contrário das dietas em que estes nos são impostos. Portanto ao invés de fechar a boca, abra a mente e faça as pazes com a balança para sempre.